top of page

MAQUIAGEM NATURAL, VEGANA E ORGÂNICA: VOCÊ REALMENTE SABE A DIFERENÇA ENTRE ELES?

O bê-á-bá da beleza sustentável começa com o entendimento dessas três categorias que, por terem os nomes parecidos, podem confundir. Por isso Souvie, marca brasileira de cosméticos orgânicos, traz tudo o que é preciso saber para conseguir identificar e entender cada um deles, seja na maquiagem ou demais cosméticos. Confira!



Escolher uma maquiagem pela cor, fragrância ou textura já não é mais o suficiente para o consumidor que tem tido um olhar cada vez mais criterioso para a origem do produto. Por esse motivo, a indústria cosmética tem deixado cada vez mais evidente em suas embalagens se aquele item é natural, vegano ou orgânico.

Segundo levantamento do jornal Nutrition Business Journal, da New Hope Network, a indústria natural e orgânica deverá superar US$ 300 bilhões em vendas até o final de 2023, impulsionada por consumidores preocupados com a saúde, bem-estar e com uma visão de responsabilidade social e sustentável. Mas afinal, o que cada uma dessas categorias significa?

Janaina Lima, responsável pelo P&D da Souvie, explica o que cada uma dessas nomenclaturas representa.



ORGÂNICOS

“A maquiagem pode ser considerada orgânica quando a maneira de produção dos seus ingredientes é feita de forma sustentável e natural, ou seja, sem uso de fertilizantes, pesticidas, hormônios ou agrotóxicos antes e durante o cultivo. Uma maquiagem orgânica não implica necessariamente que ela seja vegana, pois pode conter ingredientes de origem animal, como por exemplo um extrato de mel”, explica Janaina. “Vale ressaltar que a pele tem maior afinidade com produtos orgânicos, pois são biologicamente semelhantes aos compostos presentes na nossa pele, com isso a maquiagem orgânica se torna mais gentil e nutritiva do que as convencionais”.

Souvie, a marca brasileira de cosméticos orgânicos, acaba de lançar a primeira linha de bases e primer orgânicos certificados produzida no país. O selo é validado pela Ecocert Greenlife, a maior certificadora de produtos orgânicos do mundo.


A nova linha de bases conta com oito tons, textura leve e cobertura média. Sua fórmula leva 99,4% de ingredientes naturais, destes 21,4% são orgânicos. Esta é uma base que não apenas realça sua beleza, mas também inclui ingredientes que cuidam e beneficiam a sua pele. Dentre os principais ativos estão o Extrato da Raiz de Ginseng-Indiano Orgânico, que atua na proteção da pele contra os efeitos prejudiciais da luz azul, o Óleo de Pracaxi Orgânico para ajudar a promover uma hidratação profunda e a Vitamina E, um antioxidante poderoso.


Já o primer conta com 99,6% de ingredientes naturais, sendo 20,3% orgânicos. Que chega com o diferencial de diminuir a aparência dos poros e linhas de expressão, além de hidratar e proteger a pele graças à sinergia do Blend de Extratos Orgânicos, como Aloe Vera, Calêndula, Camomila e Maçã, em conjunto com o extrato de Goma Tara, famosos por suas propriedades calmantes e antioxidantes. Recomenda-se aplicá-lo na etapa de preparação da pele, antes da base e do protetor solar.

VEGANOS

“Ser uma maquiagem vegana significa ser isenta de ingredientes de origem animal em sua fórmula e processo de fabricação, além de não realizados testes em animais. Isso vale desde início do desenvolvimento, até a fase final. Porém, o fato de a maquiagem ser vegana não significa que ele não tenha componentes sintéticos, pois para ser vegano não é preciso ser natural, e é aqui que muitas pessoas acabam se confundindo”, diz a especialista. No Brasil, para que o produto seja considerado vegano, é necessário ter o “Selo Vegano” gerenciado pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB).

NATURAIS

A definição de maquiagem natural pode variar de acordo com a proposta de cada marca, portanto, deve-se olhar cuidadosamente a composição e preferir produtos com certificações de agências reguladoras reconhecidas para garantir a qualidade dos ingredientes naturais.


“Mesmo que uma maquiagem seja certificada como natural é valido lembrar que ingredientes naturais podem conter resíduos de pesticidas e produtos químicos utilizados durante o cultivo, diferentemente dos orgânicos. E ser natural também não garante que a maquiagem seja vegana, pois ainda pode conter substâncias de origem animal.”, finaliza Janaina.



Por,

Gisele Barros

Editora Chefe do Portal ALL SENSEZ

Especialista em Perfumaria


コメント


bottom of page