top of page

JANEIRO BRANCO: A IMPORTÂNCIA DO SONO PARA A SAÚDE MENTAL

Especialista revela cuidados importantes para melhorar a qualidade do sono



Além de colocar em prática as resoluções de fim de ano, janeiro é o mês escolhido para chamar a atenção para a saúde mental e sua importância em todas as áreas da vida das pessoas. Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), ter saúde mental significa um "estado de bem-estar no qual o indivíduo percebe suas próprias habilidades, pode lidar com os estresses cotidianos, trabalhar produtivamente e ser capaz de contribuir para sua comunidade". 


Se cuidar da mente é importante, estar em dia com os cuidados do sono é uma excelente tática na busca pela saúde mental. Pensando nisso, Theresa Schnorbach, especialista do sono na Emma Colchões, líder mundial em vendas D2C (direct to consumer), comenta o que é possível fazer para melhorar a qualidade do sono e, consequentemente, estar mais bem disposto para enfrentar os desafios do dia a dia.


Higiene do Sono

Criar um ritual e incorporar hábitos à rotina na hora de dormir contribui muito para uma noite de sono restauradora. O ideal é seguir um cronograma bastante regrado e ter os mesmos horários para acordar e dormir, a fim de regular o organismo, mesmo em dias como feriados e finais de semana. 


É importante lembrar que a higiene do sono acontece ao longo de um dia inteiro, não somente próximo a hora de repousar. Por isso, deve-se restringir o uso da cama: não trabalhar nem comer nela e ir deitar-se apenas quando estiver realmente com sono. Já na hora de dormir, vale tomar um banho relaxante, morno ou quente, tomar chás que não sejam estimulantes e evitar o uso de telas e músicas altas e agitadas.


A cafeína, encontrada não só no café, como em alguns refrigerantes, chás e chocolates, também deve ser evitada. Seu consumo, com moderação, é recomendado até no máximo 15h. De modo geral, atividades muito estimulantes não devem ser realizadas próximo a hora de dormir, e isso inclui leituras e consumo de séries, filmes, etc. A luz azul, presente no celular, computador e televisão, atrapalha a produção de melatonina, que é o hormônio responsável por regular o sono. É por isso que, cerca de duas horas antes de dormir, o recomendado é não ter contato com telas.


A luz natural - especialmente do sol matinal - é fundamental para manter regulado o nosso relógio biológico, também conhecido como ritmo circadiano. Por isso estar exposto a ela nas primeiras horas do dia também é super importante. O ambiente também tem um papel relevante para a qualidade do sono, assim como manter a ventilação e o conforto térmico. Contribuem para isso ter roupas de cama confortáveis, de bons materiais e, de preferência, respiráveis.


Fique atento!

A privação de sono torna o dia seguinte muito mais difícil e cansativo, além de prejudicar significativamente a capacidade de se concentrar, trabalhar, ler e desenvolver as atividades do dia a dia. Com noites mal dormidas, a tendência é estar mais irritado, com ansiedade e reatividade emocional. Também é comum desenvolver outros distúrbios a longo prazo, como depressão e até bipolaridade. Por esse motivo, é importante ter diversos cuidados com o sono e tudo que se refere a ele, de forma constante, ainda que, no início, isso pareça difícil.


“Os hábitos podem se solidificar através da repetição até que os executemos quase automaticamente, sem perceber. Assim, fica cada vez mais fácil cumpri-los, permitindo que nosso cérebro se concentre em outra coisa. Estabeleça rotinas para que as medidas de higiene do sono pareçam automáticas e você faça tudo de forma leve e prazerosa”, finaliza Theresa.



Por,

Gisele Barros

Editora Chefe do Portal ALL SENSEZ

Especialista no Mercado de Fragrâncias

Consultora de Comunicação Especializada em Perfumaria




コメント


bottom of page